sexta-feira, 17 de agosto de 2012

CFW Verão 2013 - Dia 2


Diferente do primerio dia de CFW, os desfiles do segundo dia não aconteceram na praça central do Casa Park, mas sim no Espaço Business, criado especialmente para a semana de moda em um galpão na área externa do shopping. Na passarela do segundo dia de evento: a linha masculina de Hudson Lucas, a japonesa Matohu, , a luta contra o câncer por Sandra Lima, o trabalho artesanal da CasaModa deLuxe e o mega mix da Vorix. Como a reles mortal aqui trabalha em horário comercial, conferi apenas os três últimos desfiles. Vamos aos detalhes?
Nesse Capital Fashion Week, a estilista  Sandra Lima  aproveitou o espaço do evento para divulgar a campanha de prevenção ao câncer de mama por meio de um desfile profundo e conceitual. Poucas peças da coleção são realmente usáveis, mas a causa é digna e o efeito das peças com dobraduras a la origami ficou lindo na passarela. Com direito até a recital de poesia, o desfile teve seu momento mais bonito quando foi desfilado um vestido com a frente bege e as costas pretas (foto).
Já Luciana Machado, a estilista por trás da grife  CasaModa deLuxe , investiu no trabalho manual, sua marca registrada. "Aplico o design no artesanato buscando inovar o Feito a Mão, trazendo um estilo de moda sustentável, baseado no mais absoluto respeito e valorização da cultura local", contou Luciana ao site do CFW. Eu amei os looks de festa (o primeiro e o último, por exemplo) e, em especial, as costas do cocktail dress em azul marinho: capricho nos mínimos detalhes!
O desfile da multimarcas  Vorix foi um caso a parte. Primeiro porque eu sentei ao lado de uma louca no pit de fotógrafos, que estava - sem sacanagem - bêbada e sem câmera nenhuma (oi? cadê produção pra expulsar?). Segundo porque não houve muito aviso à plateia. Estampado no telão "Vorix menswear" e com a promessa da presença mister Universo Thiago Ximenes, todos esperavam um desfile masculino. E durante bem uns 20min. só entraram mulheres e crianças na passarela? O desfile mais longo da noite foi metade a coleção das marcas Dudalina Masculina, Individual, Diesel e Golla e metade como mais uma homenagem ao câncer de mama, desfilando em Dudalina Feminina personalidades da cidade que já sofreram com a doença ou ajudam a combatê-la. Muito bonito, mas simplesmente presumiu-se que o público sabia disso. Achei um tanto relapso. Mas enfim... 

Foi isso. Curtiram o segundo dia? Mais tarde já tem post do terceiro! ;)

2 comentários :

Thi Tomaz disse...

Taís vc está ahazando nas montagens! E a matéria ficou ótima!

Taís Meireles disse...

Valeu Thi! :)

Postar um comentário