quinta-feira, 1 de novembro de 2012

SPFW Inverno 2013 - dia 3

Em mais um dia de São Paulo Fashion Week, tivemos seis desfiles ao todo, indo da coleção mais comercial e cheia de looks até os quase pocket desfiles, com poucos looks e ideias mais conceituais. Na passarela, Gloria Coelho, Alexandre Herchcovitch, Maria Garcia, Vitorino Campos, R. Rosner e Forum. Vamos aos detalhes de cada um?
Quase como uma continuidade do verão 2013, essa coleção de Gloria Coelho também foi permeada por linhas geométricas e transparências. A diferença ficou por conta de estampas e aplicações de pedras, além de tecidos contrastantes, como o veludo, a seda, o jersey e o tule. As cores são mais fechadas, com toques de luz dados principalmente pelo vermelho. Destaque para a estampa de prédio em um dos tops transparentes. Apesar de "viajandona" - entre as inspirações da estilista estão o Instagram e "partículas de Deus" -, a coleção tem coerência com os trabalhos anteriores de Gloria Coelho e deve agradar as clientes mais fiéis da marca.

Com uma pegada retrô e feminina bem forte, Alexandre Herchcovitch propõe para o inverno 2013 um floral não óbvio, presente em estampas delicadas e em folhagens que "cobrem" os acessórios. Paralelamente, surgem os listrados em tons de plantas (verde, marrom, rosa e bege) e os mais tradicionais preto e branco. A modelagem é estruturada e cheia de detalhes: da barriga levemente de fora à estampa no forro do vestido que aparece de leve na barra. Eu amei os tops com cara de biquíni retrô e o penteado que mistura coque, rabo e cabelo solto, tudo ao mesmo tempo!
Também inspirada no universo das flores, a estilista Keka Torello, por trás da Maria Garcia teve apenas três semanas para preparar a coleção do inverno 2013, que marcou a volta da marca à SPFW. Ao portal FFW, ela disse: “A gente fez uma coleção mais real, que vai estar na loja amanhã, e isso teve uma facilidade. [O prazo curto] É até bom, porque a gente sempre quer fazer mais e melhor, e com esse limite de tempo, tem aquele momento: ‘Acabou; é isso’”. Justamente esse lado mais pé no chão é que deixou a coleção tão linda e usável. Eu a-mei o vestido que mistura crepe de seda nas mangas, couro na golinha e um material mais grosso no tronco. Lindo. Simples assim.

Em seu segundo desfile na SPFW, Vitorino Campos surpreende mais uma vez! O jovem estilista, de apenas 24 anos, se destaca pelo trabalho simples porém cheio de complexidade.  Inspirado pelo Deserto do Silêncio, no México, ele começa o desfile com peças em tons de areia e marrom, permeadas por tons de preto, roxo e vermelho, "para humanizar e aquecer esse deserto", segundo o estilista. No meio de tanta secura, surgem peças prateadas, como se um disco voador pousasse no deserto. A inspiração futurista vem do livro “Eram os Deuses Astronautas”, que fala sobre uma conexão com outros planetas e universos. Parece desconexo? Que nada! O resultado é lindo de viver como dá pra ter uma amostra na montagem acima. Pra mim ele é meio que um Herchcovitch só que mais realista (essa parte dos listrados namora, na minha opinião, com uma das peças P&B vistas lá em cima no desfile de Alexandre).


Rodrigo Rosner, o nome por trás da R. Rosner, buscou inspiração para o inverno 2013 no nome que ganharia se tivesse nascido menina. “Se eu fosse Maria Carolina” é, portanto, uma coleção extremamente feminina, seja no look pink bordado e brilhante ou nas peças em P&B mas não menos discretas. Bordado, renda, transparência... Todas as marcas registradas de exagero da marca estão por lá, indo até aos sapatos cheios de ares fantasiosos. Meu look preferido é o longo dourado da foto do meio da montagem. Perfeito para uma noite de gala de alguma estrela nacional né? No mais, achei tudo um pouco chamativo demais...

“Sombra e água fresca”. Esse foi o simples tema que impulsionou uma coleção super elegante da Forum. Apesar de não ter nada a ver com inverno (daria, inclusive, uma ótima coleção de verão), achei apropriado para o clima brasileiro e para essa temporada de moda tão deslocada do nosso "fuso horário fashion". Em parceria com os ilustradores Filipe Jardim e Ira Trevisan, a marca trouxe estampas cheias de bossa, como as palmeiras, os cocos, as montanhas e folhagens. Os looks monocromáticos em vermelho são um charme, assim como os saltos bicolores. A maquiagem, concentrada no verde musgo metalizado da sombra, também foi um destaque lindo do desfile.


**Imagens: FFW.com.br**

0 comentários :

Postar um comentário