quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Fashion Rio inv. 2013 - dia 1

Depois de uma semana agitada com edição pocket da São Paulo Fashion Week, é a vez de o Fashion Rio agitar o calendário da moda brasileira por três curtos, porém intensos dias! Ontem, no primeiro dia de desfiles cariocas, desfilaram no Píer Mauá as marcas Acquastudio, Herchcovitch, Oh Boy!, Alessa e TNG. A Ágatha também estava programada para apresentar a coleção de outono-ineverno 2013 mas cancelou em cima da hora o desfile para apresentarem um desfile mais caprichado na próxima edição do evento, marcada para março de 2013.
Inspirada nas queimadas do cerrado brasileiro, Esther Bauman, o nome por trás da Acquastudiocriou uma coleção de moda festa de tirar o fôlego! Os detalhes de acabamento nos tecidos são tão incríveis que em certas peças chega a transformar o material usado inicialmente ao ponto dele ficar irreconhecível. Um exemplo são os vestidos de linho pintados à mão com massa acrílica, espatulagem e tinta cola, transformando-os na forma, no toque e no caimento. Algumas peças são mais extravagantes, em especial os acessórios de cabeça, feitos apenas para a passarela. Mas, em geral, a coleção é bastante usável e bonita.
Como Alexandre Herchcovitch consegue desenvolver duas coleções em uma mesma temporada, ambas com coerência, detalhismo e relevância, isso eu ainda não sei. Mas, assim como o desfile da SPFW, o do Fashion Rio não deixou nada a desejar. A inspiração, dessa vez, foi a cultura folk dos Andes com toques de retrô-futurismo dos anos 60. Parece confuso? Pois não nas peças de Herchcovicth. As peças sequinhas e com pop colors como o pink, o amarelo e o laranja, magicamente combinam-se com o lado mais rústico da coleção, trabalhado especialmente em tons de caramelo. Os volumes das roupas típicas do Peru permeiam a coleção, mas sem cair no caricato. Destaque para a beleza, com tranças simétricas entrelaçadas por correntes. Lindo e fácil de copiar! ;)
Pra mim a coleção mais desejável da temporada, a Oh Boy! arriscou e se jogou no universo dos pets! Apesar de alguns escorregões aqui e acolá, eu amei a coleção cheia de Boos (o cachorro mais fofo do mundo! hahaha eu comprei um de pelúcia duas semanas atrás =P), gatinhos, estampas de patinhas e afins. Para completar, a marca buscou referências na década de 60, como os vestidos trapézio, o cabelo, a maquiagem e as estampas fofas de Twiggy (sim, a modelo!). Todo o humor e alegria da coleção são "culpa" da estilista Thais Losso, consultora da Oh Boy! desde o fim de 2011. 
Mais séria que na coleção de verão 2013, Alessa Migani volta com peças em uma cartela de cores bem fechada - predominam o P&B com alguns tons de dourado metalizado e paetê preto - e estampas mais dark, até mais maduras mesmo. Mas “não é pretinho básico” que você encontra na passarela da Alessa, avisa a estilista. A coleção é permeada por tecidos mais complexos e trabalhos de brilhos e texturas, para destacar a "imensidão preta" da coleção. Destaque para as estampas de cruz celta e os óculos escuros cheios de charme.
Não entendo marcas que chamam bandas famosas (RPM conta como famoso ainda?) e galãs globais para a passarela, mas pelo menos a TNG não apelou para a presença da ex-virgem Catarina Migliorini no desfile, como foi anunciado ao longo da semana nos portais de moda. Enfim, mas voltando ao que interessa, a coleção inspirada no tema "exploradores do Século 21" apresentou uma coleção bem básica, cheia de bons vestidos, curtos e longos, boas calças (no feminino e no masculino), muitas opções de casacos e jaquetas, silhuetas valorizadas ou clima despojado. Mas nada muito extraordinário ou incrivelemnte bem trabalhado. Na verdade, o grande trunfo da marca é o styling de Maurício Ianês, que consegue transformar a cada temporada as peças mais simples e básicas da TNG em um desfile de moda cheio de pompa. Ele e os "apetrechos" musicais e teatrais né? =P


**Imagens: FFW.com.br**


0 comentários :

Postar um comentário