segunda-feira, 18 de junho de 2012

SPFW Verão 2013 - Dia 4

O quarto dia de SPFW teve ainda mais constrantes. Desfile sustentável, outro em meio a um parque todo verde e outro ainda de uma grife que fica sempre em cima do muro. Vamos aos resumos? :)
Sempre viva e cheia de cores, a Neon de Dudu Bertholini e Rita Comparato teve como tema nessa temporada ciganas dramáticas em um piquenique no parque. Para seguir à risca esse tema, o desfile foi realizado no Viveiro Manequinho Lopes, no Parque do Ibirapuera. Ao ar livre, as peças ícones que marcaram a trajetória da marca estiveram todas lá: os caftans com mangas super amplas, os paletozinhos mais curtos, as calças de cintura alta, e claro, as muitas estampas e cores. Vale destacar também a parceria com a Lygia & Nanny, que tem tradição me moda praia e que rendeu ótimos biquínis e maiôs.
Inspirado na Folia de Reis, o mineiro João Pimenta foi além de seus looks conceituais e trouxe para as passarelas peças também mais comerciais, como os muito paletós, calças e bermudas sociais. A cartela de cores enxuta trouxe ainda mais elegância para o desfile, que teve como destaque algumas estampas pontuais e sóbrias e, claro, os acessórios e texturas, grande forte do estilista. De toques de lã fria a tramas naturais feitas com palha de seda, os detalhes realmente fizeram a diferença.
Feminina como sempre, a coleção de verão de Juliana Jabour foi inspirada no glamour das festas do Studio 54 e o figurino da personagem de Michelle Pfeiffer no filme “Scarface”. Assim sendo, não poderia faltar os brilhos, em tons metalizados de dourado e verde. Para não fugir do estilo tradicional da marca, Jabour também investiu em estampas monocramáticas e looks combinadinhos. A cliente da marca vai gostar, ainda mais dos comprimentos: sempre mini!
Jefferson Kulig foi outro que apostou na feminilidade, em especial na cartela doce cheia de tons de rosa. Para "endurecer" os looks, estruturas mais folgadas e rígidas, com ares de arquitetura. Uma grande preocupação do estilista para essa coleção foi a sustentabilidade, guiada pela diminuição de água, energia e despejo de produtos químicos na natureza ao longo da produção das roupas. Palmas para ele né?
Para o verão da Osklen, o diretor criativo Oskar Metsavaht voltou às origens da marca: o surfwear. Em um coleção bem praiana, foram soberanas as peças em neoprene e nylon holográfico. Até nas estampas e tons, o clima é de um luau na praia no fim de uma tarde de verão. Mais contagiante, impossível!
Eu sempre tenho a mesma impressão ao ver desfiles da Colcci: a marca que aparece nas passarelas não pode ser a mesma da loja do shopping! Hahaha Não que eu ame todos os looks de desfile, mas eles são tão, mas tão mais bonitos que os de vitrine, que fica difícil fugir dessa comparação. Isso à parte, achei a coleção do próximo verão da Colcci bem bonita. Talvez por ela ter sido inspirada em um tema simples porém rico de referências: o Oceano Pacífico e suas ilhas paradisíacas. Destaque para a estampa de surfistas em ondas e para todas as peças com um quê de alfaiataria.
**Imagens: FFW.com.br**

0 comentários :

Postar um comentário