quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Leitura para as férias

Janeiro é mês de férias, pelo menos para as sortudas que conseguiram folga do trabalho né? Hahaha E tem coisa melhor quando a gente está à toa (quando não tem mais nada na internet ou na TV), do que sentar/deitar e ler um bom livro? Na praia, no aeroporto, em casa sem fazer nada, não tem programa mais tranquilo e gostoso. Fizemos uma seleção de livros legais para curtir esse momento de sombra e água fresca. Tem para as intelectuais, as fúteis, as clássicas... Enfim, para todos os gostos!
Para viajar

* Enviado Especial, de Clóvis Rossi
Repórter e colunista da Folha de S. Paulo, Clóvis Rossi é um dos meus jornalistas preferidos. Admiro demais o trabalho dele e os textos que ele escreve, sério, são incríveis. No livro, ele conta um pouco de sua experiência como repórter internacional, em países como Alemanha, Chile, Israel e Rússia.

* Vacaciones, de Ana Paula Barbi
Outro livro legal que vai te levar a lugares que você nunca imaginou, é Vacaciones, da blogueira do Te Dou Um Dado, Ana Paula (poalli) Barbi. O livro é uma reunião de vários posts escritos por ela nos blogs que teve ao longo da vida.


Para distrair

* Gaveta de Bolso, de Juliana Cunha
Um dos lançamentos mais legais de 2011, Gaveta de Bolso é um livro pequenininho mas cheio de promessas. Totalmente interativo, o objetivo da escritora Juliana Cunha é que o leitor construa a própria história, com rabiscos, listas e muito mais. Para completar, as ilustrações são todas da brasiliense Luda.

* Mini Becky Bloom, de Sophie Kinsella
Já falamos do novo livro da magnífica série de Sophie Kinsella aqui no blog. Nem precisa comentar muito né? A personagem Becky Bloom é a mais divertida de todas e sua filha, Minnie, de 2 anos, não poderia ser diferente. Ela apronta mil e uma nesse romance fofo e engraçadíssimo! Super recomendamos :)

Para pensar

Na minha época, tinha uma crônica ao final de cada Capricho de um jovem e promissor escritor chamado Antonio Prata. Não sei se vocês lembram dele... Escrevia crônicas lindas e super sutis sobre nada e sobre tudo! Era a minha leitura preferida de adolescência (as dele e as da Liliane Prata). Então que hoje ele escreve colunas em jornais, portais e tem um livro só de crônicas. Ainda não li, mas pelo que conheço dos textos dele, deve ser genial!

Martha Medeiros é outra crônista super competente, que tem mais de 11 livros lançados e já vendeu 50.000 cópias deles por aí... Nesse box, algumas das melhores crônicas e poesias da autora, em cinco obras diferentes. Para ler e refletir.

Para dar medinho

* A Sangue Frio, de Truman Capote
Tá que A Sangue Frio nem é muito de dar medo, mas entra na categoria pela história meio macabra de dois homens que sem muito motivo matam brutalmente uma família no interior dos Estados Unidos. A história real é contada pelo brilhante jornalista Truman Capote (o mesmo que escreveu Bonequinha de Luxo), que passou anos entrevistando todos os envolvidos no crime, desde os vizinhos das vítimas até os próprios assassinos.

* O Iluminado, de Stephen King
Meu livro preferido de suspense é O Iluminado, que inspirou o filme igualmente ótimo de Stanley Kubrick. A história não é 100% igual à do filme, o que a torna ainda mais legal, já que você toma sustos inesperados e consegue entender melhor os porquês de algumas coisas do filmes. Além disso, Stephen King é sempre muito envolvente né? Eu adoro!

Para emocionar

Todo mundo conhece Helen Fielding pela série de livros da personagem Bridget Jones. Pois não sei se vocês conhecem, mas Olivia Joules foi outra cria da autora e é beeem mais divertida que a "prima" famosa! Hahaha Sério, A Imaginação Hiperativa de Olivia Joules foi um dos livros mais legais que eu li. É emocionante, engraçado e cheio de aventuras e reviravoltas... Recomendo muito (:

Outra que é a clássica das clássicas da chamada chick lit é Marian Keyes. Autora de Melancia, Férias, Tem Alguém Aí, Sushi, Casório, É Agora ou Nunca, Um Bestseller para Chamar de Meu, Los Angeles e Cheio de Charme (ufa!), agora ela lança A Estrela Mais Brilhante do Céu. O livro conta a história de um espírito misterioso que vai mudar a vida de um dos moradores de um prédio em Dublin, na Irlanda. Como sempre, a autora consegue tratar de assuntos delicados com leveza e muito bom humor. O livro é lindo, talvez um dos melhores dela!

Para cortar da lista

* Orgulho e Preconceito e Zumbis, de Jane Austen e Seth Grahame-Smith
A versão original de Jane Austen pode até estar em sua lista de clássicos para ler, mas você vai querer mudar de ideia quando começar a ler a versão cheia de zumbis de Seth Grahame-Smith. Ainda com aquele ar vitoriano, a história das irmãs Bennet ganha uma reviravolta divertida e, por incrível que pareça, muito verossímil.

* A Revolução dos Bichos, de George Orwell
Difícil escolher um livro de George Orwell que não seja bom. O autor esquerdista, cheio de ideias políticas e revolucionárias escreve como ninguém e faz pensar em um de seus maiores clássicos: A Revolução dos Bichos. A história dos animais de uma fazenda que querem se rebelar contra os humanos esconde muito mais do que aparenta e é divertidíssima.

0 comentários :

Postar um comentário